ЛВ (putnik1) wrote,
ЛВ
putnik1

COMUNICADO DA REPÚBLICA POPULAR DE DONETSK

Русский вариант здесь.
Пер. на португальский zastenoy

Hoje, no dia 15 de Abril de 2014, a jovem República Popular de Donetsk tornou-se vítima duma agressão militar lançada pela Ucrânia.

 A chefía ucraniana, que chegou ao poder por meio dum golde de Estado anticonstitucional, iniciou ações militares no território da República de Donetsk envolvendo soldados das forças armadas ucranianas, mercenários dos grupos paramilitares ilegais e funcionários das companhias privadas de guerra financiados pelos EUA.

Uma verdadeira guerra contra o povo, usando material bélico pesado e aviação, foi declarada sob falsos pronunciamentos duma operação antiterrorista. A vida pacífica das pessoas está em perigo. Segundo as ameaças de Kiev, ataques de mísseis e bombardeamentos maciços contra cidades podem acontecer.

Assim, o regime fascista da Ucrânia, apoiado e fianciado pelos EUA e os países da
Europa Ocidental, praticamente lançou um genocídio da população de expressão russa no território da República Popular de Donetsk.

A formação da República Popular de Donetsk é realidade objetiva, que tornou-se necessário como resultado do desaparecimento completo do Estado da Ucrânia depois dum golpe anticonstitucional, e com o fim de proteger os direitos e as liberdades constitucionais dos cidadãos que vivem no seu território.

Consciente da sua posição como o obstáculo final para o agressor no seu caminho à destruição da Rússia, o povo e os dirigentes da República Popular de Donetsk, o comando e o corpo do Exército do Suleste declaram que o agressor será repelido decisivamente e sem demora.

Nós exigimos dos círculos reaccionistas dos EUA e dos países da Europa Ocidental, os quais bendisseram a operação de força do regime de Kiev, que façam parar a agressão, que cessem de apoiar e financiar os ilegails tal chamados “poderes” da Ucrânia.

Nós dirigimo-nos ao povo multinacional da Federação Russa, aos nossos irmãos russos, às autoridades da Federação Russa e a Vladimir Putin pessoalmente que seja prestado o apoio diplomático, humanitário e, se for possível, militar à República Popular de Donetsk, que garantem a sua segurança, que sejam freados os torturadores descontrolados, que seja estabelecida a paz e assegurada a realização dum referendo popular pacífico.

Pedimos ao povo multinacional da Federação Russa, aos nossos irmãos russos, às autoridades da Federação Russa e a Vladimir Putin pessoalmente que considerem o assunto de reconhecimento da República Popular de Donetsk como um sujeito de direito internacional e de firmamento dum acordo sobre cooperação política, económica e militar.

Nós, gente de todas as 180 etnías de Donbass, somos russos. Nascemos russos, vivemos russos – e morreremos russos, se for preciso.

Deus e a Rússia estão conosco.
O inimigo será vencido.

A vitória será nossa!



Tags: резистанс, руина
Subscribe

  • БЕС, ЛЕСТИ ПРЕДАН

    В интервью г-на Суркова британской Financial Times внимания, на мой взгляд, заслуживают два пассажа. Во-первых, тот, где он сравнивает…

  • ЛИЦАР ОБУЧАЕМЫЙ

    На фото: colonel Драпатый, лицар орденов Богдана Хмельницького и "Народный Герой Украины" преклоняет колено перед посолкой…

  • НOMO AQUATICUS

    Кому-то, оказывается, смешно, а по-моему очень даже глупо. Над чем смеяться, если всем нормальным людям понятно, что это дельфины? Они всегда…

  • Post a new comment

    Error

    Anonymous comments are disabled in this journal

    default userpic

    Your reply will be screened

  • 5 comments